Pesquisa

Ato contra o genocídio da população negra 18/03/18

A morte de Marielle Franco executada a tiros na noite de 14 de março de 2018 gerou uma comoção nacional que culminou em grandes atos na noite seguinte. No primeiro domingo que se seguiu a página carioca “Botafogo anti-fascista” convocou pelo Facebook um novo ato na avenida Paulista. O evento no Facebook dava o tom de que desta vez, além do luto pela morte de Marielle, o ato teria um claro cunho político de luta contra o genocídio da população negra. Marielle era vereadora de esquerda (PSOL), defensora dos direitos humanos, mulher, jovem, íntegra, representante de uma nova geração de políticos, vinda da favela, negra e homossexual. A pesquisa de campo realizada durante o ato investigou o perfil dos manifestantes e quais dessas identidades mobilizaram pessoas ao ato.

Essa pesquisa foi coordenada por: Isabela Oliveira (FESP), Márcio Moretto Ribeiro (USP) e Pablo Ortellado (USP).

Download

Ato contra o genocídio da população negra 18/03/18